Pós-graduação: Qual o tipo mais indicado para você?

Terminou a graduação e quer continuar estudando? Veja algumas dicas de como escolher qual é o melhor tipo de pós-graduação para você, uma ótima forma de dar continuidade à sua formação e, de quebra, valorizar seu currículo.

Pós-graduação: Escolha o melhor tipo para você com essas dicas

As pós-graduações não tratam de assuntos gerais e diversas nuances de uma área, como os cursos de ensino superior. Diferentemente, pois, elas atuam de forma a intensificar o estudo e conhecimento num ramo específico dessa área geral.

Além disso, esses cursos podem ser realizados de forma presencial, semipresencial ou à distância (EaD). Também, podem ter mais ou menos horas, assim como exigir, ou não, a realização de monografia de conclusão de curso.

Por fim, existem diversos tipos de pós-graduação. Existe a que leva este nome, dedicada à especialização na área. Ainda, existem os MBA, mestrados e doutorados.

Por isso, a escolha de um curso de pós-graduação pode ser algo exaustivo e complicado. Dessa maneira, confira nossas dicas de como saber qual o melhor tipo de pós-graduação para você e acerte na escolha!

Separamos alguns dos principais aspectos que influenciam na escolha do curso após o ensino superior. Confira abaixo!

Pós-graduação

Dica: Faça sua graduação na FMU. Conheça agora os cursos.

Escolha entre os tipos de pós graduação

Primeiramente, é necessário saber quais são os tipos de cursos para fazer após a graduação a fim de escolher qual é o mais adequado.

1.  Especialização Lato Sensu

A especialização Lato Sensu corresponde àquele que é conhecido popularmente como “pós-graduação”. Sua duração tem em torno de 360 horas, ou seja, 18 meses. As aulas costumam ocorrer duas vezes por semana e, ainda, existem cursos oferecidos à distância (EaD) ou semipresencial.

Ainda, do tempo total de duração geralmente 12 meses são de aulas e os demais dedicados à realização do trabalho de conclusão de curso que pode, ou não, ser exigido.

Esse é o melhor curso de pós-graduação para quem deseja aplicar os conhecimentos diretamente no labor diário. Também, para quem não possui muito tempo para dedicar às aulas (lembre-se que a rotina combinada ao trabalho pode ser exaustiva) e não tem a intenção de se manter na universidade como professor, por exemplo.

2.  MBA

MBA é a sigla para a expressão em inglês “Master Business Administration” que quer dizer “Mestrado em Administração de Negócios”.

Portanto, como o seu nome já indica, o MBA é um tipo de pós-graduação que é destinada, principalmente, para administradores e executores na área de gestão de empresas, marketing e negócios. Dessa forma, advogados, por exemplo, também podem fazê-lo, caso queiram se aprofundar na gestão do escritório, assim como diversas outras áreas podem ser abarcadas por ele.

Pós-graduação

A duração média desse tipo de pós-graduação também é de 18 meses, assim como o curso Lato Sensu. O certificado de graduação do MBA, aliás, é muito valorizado por empresas e enriquece o currículo do profissional.

Dessa maneira, ele é indicado para aqueles que já tem uma experiência profissional e querem se preparar tanto para liderar outras pessoas e equipes quanto para entender os negócios de uma forma macro e aumentar a lucratividade, produtividade e gestão de determinados tipos de empresas.

3.  Mestrado

Ainda, existe a possibilidade de realização de mestrado. Este, contudo, é dividido em duas vertentes.

Primeiramente, o Mestrado Profissional é destinado aos estudos e técnicas que são diretamente voltadas à qualificação profissional de alto nível. Ele se diferencia da outra vertente justamente por ser voltado prioritariamente ao mercado de trabalho.

Por outro lado, o Mestrado Acadêmico é voltado em parte para o mercado de trabalho, mas, principalmente, à própria universidade e ao desenvolvimento de pesquisa e conhecimento. Assim, o aluno é orientado por outro professor e, além de assistir diversas matérias, também desenvolve pesquisas e trabalhos acadêmicos.

Ao final do curso, ainda, há a necessidade de apresentação de uma dissertação de mestrado, que será responsável, caso aprovada, por dar o título de mestre ao aluno.

Em ambos os casos a duração mínima do curso é de 24 meses, sendo disponibilizado em várias áreas, tanto de humanas quanto de exatas e aplicadas.

O mestrado é indicado, assim, a quem quer se aprofundar ainda mais em determinado núcleo de certa área. Ainda, no caso acadêmico, é destinado às pessoas que pretendem produzir conhecimento dentro da universidade e, futuramente, dar aulas e orientar outros alunos.

4.  Doutorado

Por fim, outro tipo de pós-graduação é o doutorado, cuja realização exige a detenção de um diploma de mestre. Assim como o mestrado acadêmico, ele é voltado para a produção de conhecimento por meio de pesquisas universitárias e o desenvolvimento de teses.

Ainda, ele corresponde ao grau mais elevado da pós-graduação no Brasil e sua duração mínima é de 48 meses. Outra característica coincidente ao mestrado é o fato de necessitar de um orientador acadêmico, assim como da participação em aulas.

Ele é indicado, principalmente, para quem pretende se embrenhar na experiência acadêmica ou, ainda, especializar-se ainda mais. O final do curso demanda a apresentação de uma tese que, caso aprovada, dará ao aluno o título de doutor.